Postagens

Ouça o som do Creed

postheadericon Mark Tremonti e Alter Bridge poderam passar em turnê no Brasil

Da esquerda: Brian Marshall (baixo), Mark Tremonti (guitarra), Myles Kennedy (vocal) e Scott Phillips (bateria)
Fonte: tERRA

No site oficial da banda, há 22 datas confirmadas até junho com passagens pela França, Reino Unido, Alemanha e Suécia. O CD AB III, do ano passado, chega às lojas brasileiras em 14 de março pela Warner Music. Como o nome sugere, é o terceiro dos americanos e também mais dinâmico e progressivo, com letras mais densas, algo mais conceitual, produzido por Michael "Elvis" Baskette.
Por telefone, em entrevista ao Terra, Tremonti foi meticuloso quando perguntado sobre as chances de a banda tocar no País: "amaríamos tocar aí. Pedimos milhões de vezes para visitar o Brasil, esperamos por essa oportunidade há anos, nem que seja uma pequena estada". Ele disse que o momento é o mais oportuno, já que o quarteto americano estará em turnê até dezembro: "vamos girar pelo mudo inteiro e curtir", exclamou.
"Os fãs são um dos melhores no mundo. Outras bandas que passaram por aí, disseram que foi maravilhoso, que a energia lembra à do público italiano, que para mim foi uma das melhores plateias para as quais já nos apresentamos. Se for como imagino, estou muito ansioso", disse o músico, explicando o porquê tamanha empolgação com nosso País. Sobre música brasileira, ele conhece pouco: "eu era muito fã do Sepultura quando mais novo e gosto bastante do...", com uma ajuda, lembrou da nova banda formada pelos irmãos Max e Iggor, que emprestam o nome ao Cavalera Conspiracy, e disparou: "gosto muito deles".
Quando o Creed terminou em 2004, Tremonti e o baterista Scott Phillips se propuseram montar o Alter Bridge: "queríamos voltar a fazer o que gostávamos. Não havia outra mensagem que não essa. Queríamos voltar!", disse, explicando que a vida foi a grande inspiração do seu projeto paralelo: "tentamos melhorar enquanto músicos e compositores, e isso tem a ver com nossa experiência de vida. Não planejamos nada, só tocamos no dia a dia e vemos as oportunidades surgirem".
Como forma de se aproximar dos fãs, a banda tem gravado os bastidores por onde passa, seja em um programa de TV ou um simples dia da turnê. "É a oportunidade que temos de mostrar como é nossa rotina na estrada, a vida da banda, nossa relação com os outros membros", admite Tremonti. Dan Catullo é quem assina a direção. É dele também um show do grupo disponível em DVD e Blu-ray em Amsterdã. Os episódios estão disponíveis no site da banda.
Sobre o Creed, Tremonti foi reticente, mas os fãs não devem esperar uma volta da banda do hiato intermitente que os persegue, desde que foi anunciado o término e em 2009, com a volta, que culminou em uma turnê e o CD e DVD Full Circle (2010). "Estamos em conversas iniciais sobre um possível retorno para o meio de 2012, com uma turnê no verão (americano)", disse ele, reforçando que este ano ele e os outros integrantes estão tocando projetos paralelos.
Perguntado se tinha alguma coisa acrescentar, ele resolveu reforçar algo que já tinha dito: "Estamos mortos de vontade de ir ao Brasil. Esta é a verdade! Estamos esperando há muitos anos e já pedimos para a nossa agência (de booking) para ver a possibilidade. Estamos muitos ansiosos para tocar aí", disse, lembrando que o público brasileiro é "insano".

Fonte: TERRA

0 comentários: